Últimos assuntos
» Vendendo o Impossível
Seg Ago 06, 2012 3:53 am por dirigailo

» Nomes e Adjetivos
Qui Jun 09, 2011 3:27 am por Convidado

» Avenida Complicada
Sab Maio 28, 2011 4:50 pm por Convidado

» como vender uma geladeira no alaska
Sab Abr 16, 2011 7:21 pm por Convidado

» Abrigo Subterrâneo
Ter Dez 28, 2010 4:08 am por Convidado

» ordem correta
Dom Set 19, 2010 4:35 am por Convidado

» dinamica de aquecimento
Ter Dez 29, 2009 11:27 pm por Convidado

» Dez lições curiosas de oratória
Ter Dez 29, 2009 9:41 pm por isaacduarte

» Táticas para interagir com os ouvintes
Ter Dez 29, 2009 9:41 pm por isaacduarte

Novembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
  12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930   

Calendário Calendário

Estatísticas
Temos 50 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de dina Andrade

Os nossos membros postaram um total de 188 mensagens em 159 assuntos
Quem está conectado
2 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 2 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 44 em Seg Fev 06, 2012 2:54 am

Evite riscos e melhore suas apresentações

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Evite riscos e melhore suas apresentações

Mensagem por isaacduarte em Ter Dez 29, 2009 9:38 pm

Meu pai foi um excelente motorista. Aprendi muito com ele. Por exemplo, ele me ensinou que ao dirigir à noite em estrada de pista simples, ao cruzar com outro veículo eu não deveria olhar para frente, na direção dos faróis, mas sim para a faixa divisória pontilhada, pois dessa forma não teria a visão prejudicada. Uma dica maravilhosa!

Outra orientação muito boa: - Não olhe apenas para os três ou quatro veículos que estão à sua frente, preste atenção onde sua vista puder alcançar. Assim, se perceber que as luzes de freio dos veículos que estão a centenas de metros derem sinal, diminua a velocidade, pois você deverá parar em pouco tempo. Sem dúvida, uma dica nota dez!

Esses conselhos têm me ajudado muito não só para dirigir nas estradas, como foi possível adequá-los como boas regras de comunicação. É impressionante como situações tão distintas podem apresentar pontos comuns e mostram utilidade nas mais diferentes circunstâncias. Veja como os bons resultados de uma apresentação dependem muito dos cuidados que devemos tomar no momento da preparação.

Além de usar esses conselhos preciosos para dirigir nas estradas, você poderá adaptá-los perfeitamente para conquistar sucesso em suas apresentações de projetos e propostas, seja nas reuniões internas, seja nos contatos com profissionais de outras organizações, como clientes e fornecedores.

De maneira geral, as pessoas se preocupam em montar uma boa linha de argumentação quando precisam fazer apresentações. Escolhem e selecionam com critério os bons argumentos, como as estatísticas, as pesquisas, os exemplos, os estudos técnicos e científicos, as teses defendidas e aprovadas diante de bancas avaliadoras renomadas. Enfim, preparam o melhor arsenal para a batalha.

Quase sempre, entretanto, se esquecem de observar o que meu pai me ensinou para dirigir nas estradas, olham de frente para as luzes dos faróis que vêm em direção contrária e deixam de avaliar os movimentos que ocorrem mais à frente, e que trarão consequência, mais cedo ou mais tarde.

Para ser bem-sucedido em suas apresentações tome esses dois cuidados básicos e tão importantes: não estabeleça confrontos desnecessários com os ouvintes e avalie as resistências que terá pela frente. São duas cautelas simples, mas que não podem ser negligenciadas.

Se você perceber que um dos ouvintes se mostra contrariado, como se fosse um veículo vindo em sua direção com os faróis acesos, não tente digladiar com ele nesse momento. Não é hora de duelar. Não enfrente o olhar adverso, olhe rapidamente na testa dele e dê atenção aos outros ouvintes.

O “contrariado” também terá a impressão de que você olha para ele. Agindo assim, não se escravizará a uma pessoa, tentando fazê-la mudar naquele instante o comportamento resistente, e correndo o risco de não dar atenção aos outros ouvintes, que, sem dúvida, esperam que você os considere olhando também na direção deles.

E olhar a estrada lá na frente? Acima de tudo esse cuidado. Você não pode ser surpreendido com objeções que poderiam ser previstas. Se der para saber que encontrará resistência com relação a custos, prazo de entrega, limitação de estrutura técnica etc., saiba antes que tipo de refutação você deverá apresentar. Peça ajuda. Discuta com seus companheiros os problemas que poderá enfrentar e as melhores saídas para cada caso.

Estando preparado, ao ser contestado, você terá a resposta certa para o momento. Ouvirá o argumento contrário com mais tranquilidade, de forma mais serena, e defenderá sua tese com confiança e maiores chances de se sair vencedor. Além disso, sabendo que a resistência irá ocorrer, desde o princípio já poderá aos poucos minar a objeção, facilitando assim seu trabalho de defesa.

SUPERDICAS DA SEMANA

Não olhe apenas na direção do ouvinte que se mostra resistente
Também não olhe apenas na direção do ouvinte que se mostra amistoso
Avalie com antecedência as objeções que poderá enfrentar
Discuta com seus companheiros qual a melhor saída para cada tipo de objeção
Livros de minha autoria que ajudam a refletir sobre esse tema: “O que a vida me ensinou”, “Como falar corretamente e sem inibições”, “Assim é que se fala”, “Superdicas para falar bem” (também em audiolivro), publicados pela Editora Saraiva

isaacduarte

Mensagens : 9
Data de inscrição : 13/05/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum